Donnerstag, 9. November 2017

BRASIL: noticiasagrarias@gmail.com :-Observatório lança, em português e espanhol, o site De Olho no Paraguai

Clicar nos titulos para ver as noticias completa



NOTA PÚBLICA: Cansado do descaso das autoridades, o povo de Correntina reage em defesa das águas

Movimentos sociais e estudantis, organizações, e pastorais assinam Nota Pública para denunciar a crise hídrica sofrida pelas comunidades do Oeste da Bahia devido a degradação dos rios e nascentes pelo agronegócio. Diante do descaso do Estado e dos órgãos de fiscalização, a população realizou manifestação em defesa das águas e da vida na última quinta-feira (02), na região do Distrito de Rosário, em Correntina, na Bahia. Confira:

Fonte. CPT

Fala o professor intimado pela USP

Marcos Sorrentino, que responde a sindicância por realizar atividade em parceria com o MST, descreve a discriminação aos movimentos sociais e denuncia: “há triagem ideológica na universidade brasileira”
Em artigo recente, o portal da ADUSP (Associação dos Docentes da Universidade de São Paulo) expôs o gravíssimo caso das ameaças sofridas pelo professor Marcos Sorrentino. Ele é alvo de sindicância e foi convocado para uma oitiva com a finalidade “de investigar uma atividade acadêmica organizada em conjunto com o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST)”. A atividade foi realizada em abril desse ano, durante a quarta edição da “Jornada Universitária em Apoio à Reforma Agrária” (JURA). Organizaram o evento o Laboratório de Educação e Política Ambiental (OCA, do qual faz parte o professor Sorrentino), o Núcleo de Apoio à Cultura e Extensão em Educação e Conservação Ambiental (NACE PTECA/ESALQ) e movimentos sociais ligados à Via Campesina.

Fonte. Plantar o Futuro

Mais de 2 mil famílias perderão suas casas e plantações em operação de despejo autorizada pela Vara Agrária de Marabá (PA)

Em Nota Pública, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) denunciam que "cerca de de 8 mil pessoas entre homens, mulheres e crianças, estão sendo expulsas de suas casas e tendo suas  plantações destruídas em decorrência de uma operação de despejo iniciada em Marabá na semana passada". Confira o documento na íntegra:

Fonte. CPT

Missão Ecumênica chega a Marabá para apoiar camponeses e denunciar violência no campo

Nesta quarta-feira (8) terá início, em Marabá (PA), a Missão Ecumênica em apoio aos camponeses e camponesas do estado. Às 11h, no Centro de Formação da Diocese de Marabá, será realizada uma coletiva de imprensa.
A Missão Ecumênica, que ocorre entre os dias 8 e 10 de novembro, é uma iniciativa do Fórum Ecumênico ACT Aliança Brasil (FEACT-Brasil), Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), Coordenadoria Ecumênica de Serviço (CESE), Centro de Estudos Bíblicos (CEBI), Comissão Pastoral da Terra (CPT), Comitê Brasileiro de Defensoras e Defensores de Direitos Humanos (CBDDH), e Processo de Articulação e Diálogo Internacional (PAD). A ação tem como objetivo prestar solidariedade e apoio às famílias e comunidades atingidas pela violência do campo, cobrar providências das autoridades locais, e convocar igrejas e pastorais para que se posicionem contra a violência no campo.

Fonte. MST. 


Observatório lança, em português e espanhol, o site De Olho no Paraguai




De Olho nos Ruralistas conta em 36 reportagens, entre novembro e dezembro, como latifundiários e empresas agropecuárias do Brasil controlam boa parte do território vizinho

Está no ar o site De Olho no Paraguai. Em 36 reportagens, ele conta um pouco da história do domínio de uma boa parte do território paraguaio por latifundiários – e empresas agropecuárias – brasileiros. Não se trata de mais um relato sobe a presença de brasiguaios, os colonos, no país vizinho. E sim de um retrato dos grandes proprietários de terra, que não necessariamente moram no Paraguai.

Fonte. De Olho nos Ruralistas

Com corte de 92% para 2018, governo ameaça extinguir programa de cisterna premiado pela ONU

Recurso para ano que vem representa 6% do valor destinado em 2010; cerca de 350 mil famílias demandam pelo programa para sobreviver no semiárido

O corte de 85% no programa de Segurança Alimentar não atinge apenas o principal programa responsável por auxiliar pequenos agricultores e pessoas em situação de insegurança alimentar, como mostrou o De Olho nos Ruralistas. Também afetará drasticamente o programa de implantação de cisternas, dificultando a vida na região mais árida do país: o semiárido.

Fonte. De Olho nos Ruralistas

STF retoma julgamentos que definem rumos da preservação ambiental na Amazônia e no Brasil

O Supremo Tribunal Federal, mais alta instância do poder judiciário brasileiro, vai decidir, nesta semana, se leis e medidas que alteram áreas de preservação ambiental da Amazônia e do restante do Brasil vão contra o que determina a Constituição Federal.

A reportagem é publicada por Terra de Direitos, 07-11-2017.

Na próxima quarta-feira (8), os ministros darão continuidade ao julgamento de quatro ações que apontam que a legislação ambiental conhecida como Código Florestal é inconstitucional.

Fonte, IHU

MST lança campanha para prisão de assassino do Massacre de Felisburgo

Fazendeiro Adriano Chafik Luedy, condenado a 115 anos de prisão, é considerado foragido desde maio deste ano

Na data em que o Massacre de Felisburgo completa 13 anos, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), lança uma campanha para localizar o líder da ação e dono da fazenda ocupada, Adriano Chafik Luedy, condenado a 115 anos de prisão em 2013, mas que desde maio deste ano é considerado foragido da justiça. 

Fonte. Brasil de Fato

Polícia cumpre reintegração de posse em fazendas de Daniel Dantas no Pará

Tropas do Batalhão de Choque da Polícia Militar cumprem liminares para reintegração de posse em 20 fazendas ocupadas por integrantes do Movimento dos Sem-Terra (MST) e outros movimentos sociais na região de Marabá, sudeste do Pará. As ordens judiciais foram dadas pela Vara Agrária de Marabá e pelo Tribunal de Justiça do Estado, atendendo aos pedidos dos fazendeiros. A Comissão Pastoral da Terra (CPT), vinculada à Igreja Católica, afirma que cerca de oito mil ocupantes estão sendo despejados e há risco de conflitos.

Fonte. Isto Ë

Ruralistas tentam ampliar ainda mais refinanciamento de dívidas do Funrural

Publicado em: novembro 7, 2017

A terça-feira (7) em Brasília será de briga intensa de oposicionistas e até representantes da base do governo para combater novas investidas dos ruralistas no Congresso. A discussão da vez é a Medida Provisória (MP) 793, que refinancia dívidas dos grandes produtores e empresas com o Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural). Como se não bastasse a bancada ruralista ter conseguido o envio da MP, junto ao Palácio do Planalto, depois de inúmeras tentativas de recusa a este refinanciamento por parte da equipe econômica, a relatora do texto, deputada Tereza Cristina (sem partido/MS), conseguiu aumentar ainda mais as facilidades para o setor e incluiu na matéria outros benefícios para estes empresários.