Samstag, 2. Juni 2018

BRASIL: NOTICIAS AGRARIAS

Clicar nos títulos para ver as notícias completa
LCP: Unir camponeses, quilombolas e indígenas!

Repercutimos a seguir nota da Liga dos Camponeses Pobres do Norte de Minas e Sul da Bahia em repúdio ao latifúndio e pela justa conquista de territórios por camponeses, quilombolas e indígenas do Norte de Minas.

______________________________ __

UNIR CAMPONESES, QUILOMBOLAS E INDÍGENAS! CONQUISTAR AS TERRAS E OS TERRITÓRIOS!

As audiências públicas que tratariam da regulamentação dos territórios das comunidades quilombolas e ribeirinhas das cidades de Manga, Matias Cardoso e Juvenília foram canceladas de última hora. Com ódio do povo e medo do inevitável avanço da justa luta por terra e territórios, os latifundiários da região, junto à alguns vereadores e prefeitos destes municípios, pressionaram a SPU (Secretaria de Patrimônio da União) para que não realizasse as audiências.

Fonte. AND

MG: Ato público denuncia um ano da Chacina de Pau D'Arco na UFMG


Com o objetivo de denunciar um ano completo desde o crime de Estado que resultou no assassinato dos 10 camponeses em Pau D'Arco (PA), o Comitê de Apoio à Luta pela Terra camponês, indígena e quilombola de Belo Horizonte organizará um ato de denúncia da barbara chacina e em homenagem às vítimas.

O evento ocorrerá no dia 29 de maio às 19h na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), no Auditório Luiz Pompeu da Faculdade de Educação (FaE) e contará com a exibição do documentário Terra e Sangue: Bastidores do Massacre de Pau D'Arco, produzido pelo jornal A Nova Democracia, além de apresentações de músicas populares camponesas.

Fonte. AND

Editorial - Apoiar a greve dos caminhoneiros, preparar a greve geral!

A paralisação dos caminhoneiros escancarou a profundidade da crise geral do país em todos os sentidos. Além de estampar a fragilidade do modal rodoviário de transporte (que é resultante de um capitalismo burocrático baseado no atraso semifeudal embrulhado como moderno e submetido à dominação semicolonial imperialista), revela ainda a situação geral do país num plano inclinado. Plano inclinado que nenhuma solução de fachada ou suposta “eficiência gerencial” (como cacarejam os partidos políticos eleitoreiros e os monopólios de imprensa) pode inverter. Nem mesmo as bravatas moralistas e redentoras da milicada golpista lambe-botas do USA podem fazê-lo. O Brasil está estremecido e suas verdadeiras forças sãs passaram ao seu revolvimento. A partir de então, nada ficará onde esteve até agora.

Fonte. AND

Norte de Minas: Sede de latifundiários é alvo de repúdio



Ativistas apoiadores da luta pela terra realizaram ações de repúdio ao Movimento "Paz no Campo", grupamento de latifundiários e reacionários do Norte de Minas. O muro da Sociedade Rural de Montes Claros - onde, segundo denunciam movimentos combativos, funciona um consórcio de latifundiários para contratar pistoleiros e intimidar as massas - foi pichado com os dizeres Morte ao latifúndio! Viva a Revolução Agrária!. O outdoor do "movimento" também foi alvo de repúdio: foi manchado com tinta vermelha.

Fonte. AND



Camponeses levaram alimentos produzidos em Área Revolucionária e discutiram a situação política atual com caminhoneiros, em Alagoas

Uma comissão de camponeses das Áreas Revolucionárias Renato Nathan (no município de Messias) e Rosalvo Augusto (município de Rio Largo), no Alagoas, levaram alimentos para os caminhoneiros em luta. A receptividade foi muito boa, segundo relatou à nossa equipe a Liga dos Camponeses Pobres do Nordeste.

Fonte. AND

Pau D'Arco: Trajetória da Luta Camponesa



Divulgamos abaixo cartaz do evento Pau D'Arco: Trajetória da Luta Camponesa. Organizado pelo Comitê de Apoio de AND, o evento contará com a presença de diversos movimentos sociais de luta pela terra para debater sobre o 1 ano do Massacre de Pau D'Arco e  a Resistência Camponesa do Pará e com membros da Abrapo e OAB-PA para discutir a criminalização da luta pela terra. Além dos debates, será exibido o filme Terra e Sangue- Bastidores do Massacre de Pau D'Arco.

Fonte. AND